Google+ Computação na nuvem e suas possibilidades. ← Rcastro Comunicação e Design Digital

Computação na nuvem e suas possibilidades.


Atualmente um conceito não tão recente vem se tornando realidade. A idéia de vender recursos computacionais sob demanda tem tomado esforços dos pesquisadores. Este conceito é o de Computação em Nuves ou Cloud Computing. Grandes empresas como Google, Microsoft e Amazon e a comunidade acadêmica têm investido em pesquisas e desenvolvimento de tecnologias sob este conceito.Computação em Nuvem surgiu da necessidade gerada pela rápida defasagem de recursos computacionais e de hardware. Para solucionar tal problema, foi proposto a utilização de plataformas computacionais de terceiros, sendo estes recursos, de software e hardware, oferecidos como servicos. Partindo deste princípio, a Cloud Computing pode, e é explorada, seguindo o modelo de pagamento baseado no uso (pay-as-you-go ). Da mesma forma como é feito com recursos mais básicos como telefone, água e eletricidade.

Encontra-se várias definições para Cloud Computing. Contudo, duas delas são apresentadas a seguir. O National Institute of Standards and Technology (NIST) diz que, ”Computação em nuvem é um modelo que possibilita acesso, de modo conveniente e sob demanda, a um conjunto de recursos computacionais configuráveis (por exemplo, redes, servidores, armazenamento, aplicações e serviços) que podem ser rapidamente adquiridos e liberados com mínimo esforço gerencial ou interação com o provedor de serviços”. De forma semelhante, define-se Computação nas Nuvens como um conjunto de serviços entregues através da internet. Tanto hardware como software, são oferecidos sob demanda pelos Data Centers, que são chamados de Nuvem.

A computção em nuvem oferece plataforma, infra-estrutura e software como serviços. Estes serviços são respectivamente referenciados por PaaS, IaaS e SaaS. As siglas ”XaaS” significam ”X as a Service ”, ou seja, por exemplo, Software ofertado como um serviço. Enfim, tudo é oferecido como serviço, de forma que tenham escalabilidade e disponibilidade.

Um serviço deve ser escalável dando a impressão ao usuário que é de tamanho infinito, quando se trata especialmente de hardware. Infinito no sentido de que cresce indefinidamente. Exemplo, um usuário pode ter o tamanho que desejar para armazenamento e, quando precisar de mais espaço, pode solicitar a nuvem e a capacidade de armazenamento aumentará conforme solicitado pelo usuário que pagará pelo que consumir. Caso a máquina física não tenha a configuração para suportar ou oferecer o que o usuário deseja, utiliza-se de processamento paralelo ou distribuído para suprir a demanda e, com isto, duas ou mais máquinas físicas fazem o papel de apenas uma do ponto de vista do usuário final. Tudo feito através de Virtual Machines.

Cloud Computing segue os conceitos da tecnologia chamada Utility Computing, ou seja, computação sob demanda onde a escalabilidade é fundamental.

A disponibilidade está relacionada ao fato de o usuário poder acessar seus serviços contratados e seus dados armazenados a qualquer hora e de qualquer lugar. Também a disponibilidade garante que se uma nuvem, por alguma eventualidade, ficar indisponível, outra nuvem passará a oferecer os serviços imediatamente. Dados são replicados e serviços têm os chamados espelhos que mantém cópias de dados dos usuários por motivo de segurança.

As caracteríticas citadas acima devem ser satisfeitas sem que haja esforço essessivo por parte de administradores e também deve ocorrer de forma transparente aos usuários contratantes dos serviços. Portanto, as nuvens devem ser, sobretudo, flexíveis à adição e substituição de recursos computacionais.

Alguns desafios surgem com este novo paradigma. Os principais são: Segurança dos serviços de dados, gerenciamento de dados, autonomia, disponibilidade dos serviços, escalabilidade e desempenho, bem como descrição, descoberta e composição de serviços. Estes últimos referem-se a dificuldade encontrada na interoperabilidade dos serviços oferecidos em nuvens. Também a busca destes serviços por parte dos usuários é considerada ainda uma tarefa complexa já que os serviços estão dispersos na internet e possuem características bem peculiares. Cada serviço da nuvem tem interfaces e protocolos diferentes e é complexo para o usuário encontrar e compor serviços.

 Em suma, verifica-se que Computação em Nuvem é um futuro próximo dos conceitos vistos hoje em termos de disponibilização de recursos computacionais. Uma abordagem interessante é criação de serviços em nuvem para indexação de outros serviços em nuvens, centralizando e facilitando a tarefa de encontrar o serviço adequado a demanda gerada, comparando vários fatores que vão desde financeiros até tecnológicos.

Deixe um comentário